Justiça

Projeto de lei de deputado do PSL do Rio limita participação de homens que se declaram mulheres no esporte

32Leituras

Rodrigo Amorim (-RJ) protocolará hoje o projeto de lei 331, que limita a participação de homens que se dizem mulheres em qualquer no estado. A proposta prevê que o sexo biológico seja o único critério para definição do gênero de competidores em partidas oficiais.

Ou seja: se for aprovado, o projeto de Amorim vetará a participação de pessoas que se declaram de sexo diferente ao biológico em qualquer modalidade relacionada ao sexo oposto. Atualmente, há uma discussão envolvendo o jogador de vôlei Tiffany, do time do Bauru, que faz parte da Superliga Feminina.

Leia também

Segundo o projeto de lei do deputado do PSL, o clube ou a federação que não cumprirem deverão pagar multa de até 50 salários mínimos (R$ 49,9 mil).

A ideia de Rodrigo Amorim é semelhante a do deputado estadual Altair Moraes (PRB), de São Paulo. Se lá for aprovado, Tiffany, por exemplo, não poderá mais atuar.

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo