Economia

Presidente Jair Bolsonaro diz que quer “tirar o Estado do cangote” de produtores rurais

Em evento voltado ao setor agropecuário, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que não quer atrapalhar quem produz e sim “tirar o Estado do cangote” dos empreendedores e produtores.

Em relação às propriedades rurais, disse que a dos homens do campo é assunto de dois projetos de lei que devem tramitar no Congresso. Segundo Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, do DEM, disse em encontro com ele que vai colocar em pauta a votação de um desses projetos.

A declaração desta segunda-feira (29) foi feita durante a cerimônia de abertura da edição 26 da Agrishow, Feira Internacional de Tecnologia Agrícola, em Ribeirão Preto, São Paulo.

Bolsonaro também anunciou que a reforma agrária está prevista no governo dele, em lotes ociosos, com acordo de conciliação em áreas judicializadas.

Leia também

Durante pronunciamento a representantes do setor agropecuário, Bolsonaro se dirigiu ao presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, pedindo que reduza os juros dos empréstimos cobrados ao setor.

Também presente no evento, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, anunciou que a abriu mercado para a compra do frango brasileiro. Ela também destacou novos acordos que devem ser fechados nas próximas semanas, no Continente Asiático.

Um pedido dos empresários do agronegócio, durante o evento, foi a manutenção do plano safra, que encerra no meio do ano. Sobre isso, Tereza Cristina anunciou que vai ser anunciado o plano safra 2019/2020, no dia 12 de junho deste ano.

Em relação ao que ainda está em vigor, ela anunciou o adicional de R$ 500 milhões para o financiamento de máquinas agrícolas, a linha chamada Moderfrota, Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras.

Fonte: EBC

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo