Mundo

Ministro Ernesto Araújo explica aproximação com EUA e Israel

10Leituras

Nesta quarta-feira (17), durante palestra no Cari (Conselho Argentino para as Relações Exteriores), o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) defendeu a aproximação dada pelo governo Bolsonaro às parceiras com Estados Unidos e Israel e pregou, ainda, o fortalecimento das relações com a China.

“as relações com EUA e têm caráter diferente e devem se organizar de forma diferente. Muitas vezes as coisas que fazer com um não podemos fazer com o outro… é preciso vencer os bloqueios mentais”.

O chanceler assegurou, ainda, que “a diplomacia sem sangue e sem alma não funcionou como parte de um projeto de país… o que tivemos foi um país que perdeu batalhas, a corrida tecnológica. Mas agora temos uma política determinada pelo presidente Bolsonaro que nos leva aos principais centros tecnológicos (do mundo) como EUA e Israel . Trata-se de recuperar o tempo perdido”.

Leia também

Sobre a ditadura venezuela, Ernesto Araújo reiterou que o está “convicto” de que é possível uma restauração da sem que seja necessária uma ação militar.

Fonte: Conexão Política

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo