Justiça

Irmão de Luís Miranda diz “não lembrar” de ter mostrado invoice a Bolsonaro

208Leituras

O servidor do , Luis Ricardo Miranda, irmão do deputado federal Luis Miranda (-DF), disse em depoimento à Federal () que não lembra se ele e seu irmão mostraram ao presidente Jair Bolsonaro, em um encontro no dia 20 de março, a invoice (nota fiscal de compras no exterior) que comprovaria as supostas irregularidades na compra da Covaxin.

A fala de Luis Ricardo aos agentes da PF é incompatível com a declaração dada por seu irmão à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, no último dia 25 de junho, quando o deputado Luis Miranda afirmou que o documento foi mostrado ao presidente da República.

Leia também

O depoimento do servidor da Saúde, realizado no dia 14 de julho, foi tomado no âmbito do inquérito que apura se o presidente Jair Bolsonaro teria cometido de prevaricação por ter recebido denúncias de supostas irregularidades nas negociações para compra da vacina indiana Covaxin e não ter dado andamento a elas.

O deputado federal Luis Miranda, irmão do servidor, também já foi chamado a depor no curso dessa investigação. Seu depoimento está agendado para esta terça-feira (20), também em Brasília.

Contribua com o Jornal clicando nos links de publicidade, fazendo este gesto gratuito, você estará contribuindo com a única fonte de renda deste jornal, de quebra nos ajudando a crescer e a oferecer um melhor e mais abrangente serviço de entrega de informação independente. Para contribuições em dinheiro, consulte esta página.

Marcel Guazzelli

Deus, Pátria e Família Redator Chefe do Jornal Liga Patriótica Presidente do Instituto MORAL (https://institutomoral.com.br)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo