Política

Governistas prometem contra ataque estarrecedor na “CPI da COVID”: “Sociedade ficará estarrecida!”

392Leituras

Com a ida de Ciro Nogueira para a Casa Civil, o senador Luis Carlos Heinze (PP) ocupará o cargo de titular na CPI da Covid. Na visão dele, a mudança trará novos rumos para o colegiado, garantindo respostas às acusações e direcionados ao chamado G7.

“Somos atacados, o G7 tem um trabalho eficiente, não dá para desconhecer o que eles fazem. Então nós também estamos nos organizando e hoje já teremos uma reunião do G4, além dos requerimentos que já estamos fazendo para também contra-atacarmos. Não vamos ficar só na defensiva”, afirmou Heinze para Pan na manhã desta segunda-feira (02), ressaltando que “não tem medo de debate”.

“Também temos coisas para mostrar que a sociedade ficará estarrecida no momento que ver. Não somos contra a ciência, não somos negacionistas como Renan Calheiros fala”, completou.

Leia também

Heinze defende que temas como tratamento precoce e as vacinas contra a Covid-19 em desenvolvimento no Brasil também sejam debatidos, da mesma forma que emissoras também sejam ouvidas pela CPI.

“Vamos mostrar que não é fake news. Temos requerimentos convocando a Globo, por exemplo, a CNN, e que eles venham para o debate. Já pedi que trouxesse para debater o caso da de Manaus, pesquisa fraudulenta que matou 22 pessoas e eles não querem debater. […] A minha linha são os meios de comunicação, a Globo tem que ser ouvida, a CNN tem que ser ouvida, além de também prefeitos e dos próprios governadores, que tem uma lista extensa pelo que a Polícia Federal fez, são centenas de nomes investigados. Precisamos ouvir e mudando o placar de 7×4 conseguimos fazer com que os senadores venham ao nosso lado”, finalizou.

Contribua com o Jornal clicando nos links de publicidade, fazendo este gesto gratuito, você estará contribuindo com a única fonte de renda deste jornal, de quebra nos ajudando a crescer e a oferecer um melhor e mais abrangente serviço de entrega de informação independente. Para contribuições em dinheiro, consulte esta página.

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo