Justiça

Encurralado, Barroso cria “núcleo de segurança” no TSE para monitorar urnas

383Leituras

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), escalou dois profissionais do alto escalão da instituição para formar um núcleo de monitoramento que reforce a segurança do sistema eleitoral brasileiro.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A decisão tomada nesta terça-feira (27) ocorre em um momento em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e membros do governo federal defendem a adoção do e auditável para as de 2022.

Com a missão de acompanhar qualquer manifestação que diga respeito à segurança do processo eleitoral, Barroso definiu como responsáveis a secretária-geral do TSE, Aline Osório, e o secretário de tecnologia da instituição, Julio Valente.

Juntos, eles terão a função de dar continuidade e aprimorar a campanha contra a circulação de notícias falsas que desinformam sobre as e a urna eletrônica.

Leia também

Urnas eletrônicas na mira dos eleitores

O Tribunal tem sido um dos alvos preferenciais do presidente em sua cruzada contra a urna eletrônica. No dia 9 deste mês, Bolsonaro chamou o atual presidente do TSE de “imbecil”. Na mesma ocasião, o chefe do Executivo subiu o tom contra o sistema eleitoral.

“Ou fazemos limpas no Brasil, ou não temos eleições!”, disse a apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC), de autoria da deputada federal Bia Kicis (-DF), que pede a inclusão de impressoras na urna eletrônica a fim de criar uma nova etapa de auditagem dos votos, atualmente se encontra em tramitação na Câmara.

Contribua com o Jornal clicando nos links de publicidade, fazendo este gesto gratuito, você estará contribuindo com a única fonte de renda deste jornal, de quebra nos ajudando a crescer e a oferecer um melhor e mais abrangente serviço de entrega de informação independente. Para contribuições em dinheiro, consulte esta página.

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo