Política

Deputados Estaduais Gil Diniz e Douglas Garcia são expulsos do PSL

495Leituras

O PSL expulsou nesta noite de quarta, 15/07, os deputados estaduais de São Paulo e Douglas Garcia.

A decisão foi unânime na executiva estadual do partido.

Os dois foram acusados internamente de participar de atos antidemocráticos e ofender ministros do , o que negam e dizem que são perseguidos por apoiarem a criação da e também por Gil Diniz ameaçar a candidatura de a prefeitura de São Paulo, através de votação interna dos filiados, como determina o Estatuto do Partido. Em maio, os dois já haviam sido suspensos do PSL.

Leia também

Pesou contra eles, principalmente, a defesa que fizeram de manifestantes que foram presos, em março, por protestarem em frente à casa do ministro Alexandre de Moraes. Gil Diniz e Douglas Garcia foram à delegacia e disseram que a prisão era .

“Os representados apoiaram deliberadamente quem foi acusado pelo ministro Alexandre de Moraes de ofendê-lo e ameaçá-lo. Na mesma linha, o representado Douglas produziu uma série de manifestações nas suas redes sociais afirmando haver hoje uma ‘ no Brasil do Judiciário’ e que o STF queria dar um golpe no presidente Bolsonaro”, diz a ata da decisão.

Antes da executiva estadual, os três membros da comissão estadual de ética do partido votaram de forma unânime pela expulsão.

Marcel Guazzelli

Deus, Pátria e Família Redator Chefe do Jornal Liga Patriótica Presidente do Instituto MORAL (https://institutomoral.com.br)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo