Justiça

CPI da Lava Toga alcança 27 assinaturas e já pode ser protolocada

O requerimento para solicitar a criação de uma comissão parlamentar de inquérito para investigar os tribunais superiores (CPI da Lava Toga) acaba de alcançar 27 assinaturas.

Os senadores Elmano Férrer (PODE/PI) e Roberto Rocha (/MA) garantiram apoio à proposta.

Na primeira tentativa, no início de fevereiro, três parlamentares retiraram as suas assinaturas, fazendo com que o requerimento perdesse o número mínimo necessário.

Leia também

No requerimento, o senador Alessandro Vieira (-SE) lista 13 fatos envolvendo ministros de cortes superioras que ele considera determinantes para justificar a organização de uma comissão de inquérito.

Entre eles estão casos de juízes atuando em processos para os quais deveriam se declarar suspeitos ou impedidos; exercendo atividade comercial simultânea à atuação na magistratura; recebendo dinheiro por palestras para escritórios de advocacia; revertendo liminares em “tempo recorde”; incorrendo em “uso abusivo” de pedidos de vista; e até recebendo propina, entre outras atividades consideradas contestáveis.

Fonte: Conexão Política

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo