Política

Barroso acata pedido de Patriota e complica entrada de Bolsonaro no partido

414Leituras

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, decidiu acatar um pedido da ala do Patriota contrária à filiação do presidente e afastar Adilson Barroso do comando do partido. A decisão é passível de recurso.

Uma convenção nacional do Patriota decidiu, no dia 24 de junho, afastar, por 90 dias, Adilson Barroso da presidência do partido. A reunião foi convocada pelo vice-presidente da sigla, Ovasco Resende, que assume o comando de forma interina. A mudança ocorre no momento em que o presidente negocia a filiação à legenda para lançar sua à reeleição.

Leia também

A articulação de Bolsonaro para se filiar ao Patriota e ter o controle de diretórios estratégicos deflagrou um embate entre correligionários.

Adilson Barroso, por exemplo, promoveu duas convenções com o objetivo de abrir caminho para a filiação do presidente da República, mas uma ala contestou a validade dos encontros, alegando que delegados da Executiva Nacional teriam sido trocados.

Contribua com o Jornal clicando nos links de publicidade, fazendo este gesto gratuito, você estará contribuindo com a única fonte de renda deste jornal, de quebra nos ajudando a crescer e a oferecer um melhor e mais abrangente serviço de entrega de informação independente. Para contribuições em dinheiro, consulte esta página.

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo