Cidadania

Acuado, Doria agora diz que nunca prometeu que Coronavac impediria mortes de vacinados

702Leituras

Durante participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira (23), o governador de São Paulo, João Doria, “culpou” a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por afirmar que a vacina CoronaVac tinha 100% contra as mortes por Covid-19. O comentário foi feito ao ser questionado sobre a divulgação dos dados do imunizante.

A pergunta foi feita pelo repórter Joel Pinheiro, da Jovem Pan, que lembrou que tanto Doria quanto o Instituto Butantan, haviam divulgado que a vacina reduzia as mortes em 100%.

No entanto, algumas pessoas imunizadas com as duas doses da CoronaVac morreram.

Doria, no entanto, se esquivou da pergunta e disse que o dado foi divulgado pela Anvisa.

Leia também

“Os dados [de eficácia da CoronaVac] não são meus e nem do Butantan, são da Anvisa. Durante meses, a estudou, avaliou e ela que se pronunciou sobre a eficácia da vacina, não foi nem o Butantan e nem o governador de São Paulo. Eu confio na Anvisa.”, apontou.

Joel, no entanto, rebatou o governador e disse que o governo de que divulgou o número. Doria voltou a negar que sua gestão tinha garantido a eficácia da vacina.

“Nós só reproduzimos as informações que a forneceu, nós nunca dizemos que a vacina do Butantan tinha um grau x ou y de eficácia.”, ressaltou.

Contribua com o Jornal clicando nos links de publicidade, fazendo este gesto gratuito, você estará contribuindo com a única fonte de renda deste jornal, de quebra nos ajudando a crescer e a oferecer um melhor e mais abrangente serviço de entrega de informação independente. Para contribuições em dinheiro, consulte esta página.

Redação do Jornal Liga Patriótica

Redigido pela Redação do Jornal Liga Patriótica, extraído de diversas fontes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo